quinta-feira, 26 de abril de 2007

sapos

O teu “sapo” pode muito bem não ser o meu é uma daquelas coisas que já todos sabemos e muito bem mas que como muitas das coisas que “já todos sabemos e muito bem”, também todos nos esquecemos e por vezes “muito bem”.

É possível que aconteça mais frequentemente em momentos de exaltação ou excitação, como preferirem chama-los, tanto faz. A verdade é que acontece.

Pelo menos a mim acontece-me. Ainda ontem à noite me aconteceu. Exaltei-me por causa de um sapo e acabei por atirar com outro. C’est la vie, é verdade mas que é chato é e preferia que não tivesse acontecido. Mas aconteceu e à conta desta “onda” de sapos pus-me cá a pensar nos milhares de sapos que por ai andam sempre a “voar”, de um lado para o outro, de umas pessoas para as outras, de uns interesses para os outros e até mesmo de uns países para os outros. Afinal isto são sapos demais para poderem ser ignorados! Pelo menos foi o que eu cá pensei, ha bocado quando me começou a insónia e assim surgiu esta “bloguideia”, foleira ou não, isso já depende da opinião de cada um. Surgiu e é para todos. Dedicado aos sapos da vida e a todos que os quiserem aqui comentar e também ao meu namorado, vitima do meu sapo de ontem logo a seguir a me ter vitimado com o seu.


E vivam os sapos que nos trazem sempre assunto para falar!


3 comentários:

Andruxa disse...

Olá B!se é foleiro ou não...não me interessa...é uma excelente ideia...e força ai..estou contigo!..e sim...os sapos existem...e todas as pessoas usam-nos..sem querer,de proposito,etc..depende de muitos factores..agora,podemos é fazer diferente..começa por renconhecer o nosso "sapo",falar sobre ele com a outra pessoa..pedir desculpa(e tb saber perdoar)..a comunicação,a honestidade e uma certa humildade são muito importantes(e tu ao escreveres este post..mostras(p mim) q as tens) para o ultrapassar das dificuldades que a vida nos vai pondo a frente...continua assim!! beijokas larokas! keep positive :-)

Sara disse...

Seja muitíssimo bem vinda à blogosfera. Que bom!!! Que bom!!! E que bela maneira de entrar. Ahimsa, ahimsa. Parabéns! Mais digo, este blog não é foleiro coisíssima nenhuma, é mesmo até necessário. Já te adicionei à minha listinha de blogs interessantes. E já comecei a contar os sapos que tenho na manga, a ver se os engulo a todos. Muitos beijinhos. §

Fidélio disse...

Eu vi um sapo, um feio sapo
Ali na horta, com a boca torta,
Tu viste um sapo, um feio sapo
Tiveste medo, ou é segredo.

Eu vi um sapo, com um guardanapo
Estava a papar, um bom jantar
Tu viste um sapo, com um guardanapo
E o que comia, e o que fazia.

Eu vi um sapo, a encher o papo
Tudo comeu, nem ofereceu
Tu viste um sapo, a encher o papo
E o bicharoco, não te deu troco.

Eu vi um sapo, um grande sapo
Foi mal criado, fiquei zangado
Tu viste um sapo, um grande sapo
Deixa-lo lá estar, vamos brincar.

Eu vi um sapo.