sábado, 15 de março de 2008

O que somos nós...?

Sou uma céptica quanto ao sistema em que vivemos embora acredite que neste ponto da história da Humanidade, o mesmo já se tenha tornado imprescindível à nossa continuidade enquanto raça. Vigora a lei da selva urbana com os índices demográficos a aumentar e os recursos a esgotarem-se. Para sobrevivermos é impossível fazê-lo na quantidade em que nos vamos tornando. Somos demais e a aumentar a um ritmo alucinante. Demais para este planeta, por isso, ou continuamos a procriação noutro, ou se permanecermos neste vamos acabar por o “comer”. Nenhum recurso será o suficiente. Talvez a taxa de crescimento um dia inverta e deixemos de aumentar a este ritmo, talvez a disparidade entre a minoria e a maioria se atenue, ou talvez sejamos afinal uma raça de instinto tão perfeito enquanto sobreviventes, que até criemos outros, agressivos o suficiente para aumentarem a nossa ambição ao ponto de queremos tudo, mesmo aquilo que não necessitamos, com a horrenda consequência da falta escrúpulos perante a aniquilação de outros tantos seres, simplesmente iguais a nós e que para sobreviver precisariam somente de uma pequena parte daquilo que nós pura e simplesmente não precisamos para nada.

Perfeitos ou imperfeitos, afinal de contas o que somos nós?

3 comentários:

animah disse...

pois, deve ser por isso q metem tanta porcaria na comida, aspartame, açucar e cargas de outros elementos toxicos em comida processada ... farmacos cheios de efeitos secundarios ... ou promoverem tratamentos quimicos letais para doenças q nao existem (vulgo AZT).

controlo populacional diria eu :)

b disse...

Nesse caso mais me parece controlo de lucros...:o)

manuel correia disse...

pois é,
mas existem 1100 milhões de sobrealimentados e 800 milhões de famintos...