domingo, 4 de maio de 2008

Limites

Não é greve, é uma espécie de falta de espaço mental para a criatividade.

Vejo tudo de pernas para o ar, até eu estou ao contrário, ou do avesso, sei lá, já não sei.

Deixo-me estar presa à espera da tão desejada liberdade que em breve há-de vir. E espero, e espero, e espero…espero que acabe de uma vez por todas para poder finalmente começar. Há coisas que nos obrigam a ultrapassar-mo-nos, não há?

.

2 comentários:

calminha disse...

e ainda bem que h� , para nos superarmos, e irmos mais al�m, a liberdade so existe bem dentro de n�s , ninguem nos pode arrancar...boa semana e joka

b disse...

e só por acaso, ou não...a semana está a ter um começo fantaabulááááástico!!!

obrigada
bjis
b