sexta-feira, 13 de março de 2009

eu, tu, nós, Alice


"Nesta direcção", disse o Gato, girando a pata direita, "mora um Chapeleiro. E nesta direcção", apontando com a pata esquerda, "mora uma Lebre de Março. Visite quem você quiser quiser, são ambos loucos."

"Mais eu não ando com loucos", observou Alice.

"Oh, você não tem como evitar", disse o Gato, "somos todos loucos por aqui. Eu sou louco. Você é louca".

"Como é que você sabe que eu sou louca?", disse Alice.

"Você deve ser", disse o Gato, "Senão não teria vindo para cá."

Alice no Pais das Maravilhas

3 comentários:

Maldonado disse...

Um pouco de loucura não faz mal nenhum, desde que seja oportuna. ;)

b disse...

eu acho-a sempre oportuna, num contexto de "anti-normalidade"..:-)

paxxxeco disse...

eu tenho duas alices dentro de mim, uma que quer esfolar o gato a sangue frio, e outra que quer afagá-lo gentilmente.