sexta-feira, 19 de junho de 2009

sou-te, és-me

toc...toc...
- quem é?
- sou eu!
- eu quem...?
- eu tu!
- mas eu não sei quem sou...
- então não sou ninguém.
- se não és ninguém como te oiço bater?
- porque se calhar és alguém...
- serei...? mas se for, já aqui estou...
- podes ser o aqui e o ali e ainda onde vais estar. és para onde fores, e ai não há lugar...
- então sou-me a mim e sou-te a ti, seja aqui ou vá para ali?
- somos nós e somos mais. somos tudo, somos todos e não somos nada iguais.
- mas disseram-me que devia ser só um!
- e és. um conjunto de ti próprio...
- então posso ser quem me aparece, ser aqui e ser-te a ti e a quem mais me apetece?
- não podes, és. se te achas que não, padeces de uma pobre ilusão pura que nem sempre se cura.
- só imagino que não estou?
- sim. imaginas. tu na verdade és.
- ah! então sou o isto, o aquilo e ainda o que não sei que sou. sou o agora, o depois e aquilo que já passou?
- sim!
- e mudo de sitio porquê..?
- para poderes descobrir que te podes libertar.
- livrar de quê?
- daquilo que esperam que estejas, aprisionado a um só lugar na desilusão feita de te enganar.
- então faz-me um favor, não fiques à porta, deixa-me entrar. quero ser feliz, quero-te ser meu, deixa-me ser tu, ajuda-me a ser eu!

10 comentários:

maggie disse...

Muito bom!!!!
Mesmo muito á frente miúda :D*.

b disse...

mesmo muita insónia..ehehe! a parir das 2 da manhã já só escrevo disparates! obrigada maggie, pela tua visita!!!

maggie disse...

Interessante dizeres isso...
de um modo geral quando estamos com sono ou cansadas a nossa mente deixa de dizer tantos (disparates) :D, começamos a "escrever " com uma outra inteligência, (consciência)*.
Mesmo que por vezes não tenhamos a perfeita clareza das nossas palavras, o que é certo, é que elas fluem e algures dentro de nós faz tanto sentido!!!!
Obrigada EU!! por ter oportunidade de ler este blog tão magnífico!

johnnybgood disse...

eu concordo com a maggie, acho que depois das 2 da manhã ficas brilhante

RC disse...

voltei.

Maldonado disse...

É um diálogo surrealista com bastante profundidade existencial... ;)

b disse...

Johnny, desde que não ofusque, isso é que é importante...:-)

b disse...

RC, boa, finalmente, que prazer poder voltar a ler-te!

b disse...

maldonado, sejas bem aparecido!

manuel correia disse...

pois é minha querida,
estás quase a descobrir;
de onde viemos?
o que somos?
e para onde vamos?
...