terça-feira, 6 de outubro de 2009

quanto tempo este tempo tem?

o tempo é como o vento. sopra as palavras, esparge os alentos, troca-nos as voltas e anestesia-nos os sentimentos. traz-nos a saudade, faz-nos esquecer, lava-nos as lágrimas e deixa-nos adormecer. o tempo. que passa e não passa, até ao nunca mais. que deixa as noites parecerem-se iguais. que é como o vento, este efémero tempo, de doce veludo macio por dentro. abandona-nos à dor e deixa-nos morrer. num melancólico suave que nos faz gemer. no querer. e passa. passa devagar. numa lenta angustia forçada. despedaçada. que não se aguenta, pesada. que se esvai soprada, pelo tempo. que é como o vento. e sopra-nos, a nós.


dedicated ao meu querido mr belchiorinho farola...


5 comentários:

G! disse...

...eu não vou escrever em chinês...

Já sabes o que eu acho do tempo...

bjs

b disse...

bolas. acabei de mudar as definições da aceitação de comentários. no more anónimos...farta deste chinês...!!! sei, sei o que achas, e não deixas de ter razão...:-)
bjs

johnnybgood disse...

pensando bem, deve ser algum fã teu da china, com textos destes a tua fama já lá deve chegar

b disse...

lololololo!! johnny...acho que tou em dia chá outra vez e não é dos chineses...:-)

LBF disse...

Pronto! Achas bem deixares-me neste estado?!!!
Oh pá... Tá lindo! Mil vezes Obrigado...
Só te posso dizer uma coisa: Obrigado por existires... E abençoado FB que nos uniu...
Adoro-te meu doce e obrigado mais uma vez...