sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

o mundo somo nós livres dele

basicamente, tudo se resume a esta que podia ser uma tão singela palavra: “Freedom”, mas é curioso ver como parece que nos deixámos ficar presos na complexidade do resultado dela. e no entanto, continuamos sempre na mesma canção como se o seu embalo nos guiasse até à derradeira solução para sabermos ser felizes. sem às vezes nos lembrarmos que se calhar ...  
se calhar até já o somos !

happy, este mais um, new year. dizem que é o ultimo antes do Mundo acabar, é capaz de ser melhor aproveitar-mo-lo bem!

2 comentários:

Francis disse...

em quantos fins do mundo já vamos ?

b disse...

já nem sei mas dizem vem ai mais um..